Mecânico pega 20 anos de prisão por estuprar sobrinha no Maranhão

Foram pelo menos 12 estupros contra a criança em Tutóia-MA.

A Justiça do Maranhão condenou o mecânico Adenilton Pereira a 20 anos de prisão, em regime inicialmente fechado, pelo estupro de sua própria sobrinha no município de Tutóia. O juiz Eduardo Girão Braga, responsável pela sentença, negou a possibilidade do mesmo responder em liberdade visto à gravidade do caso.

Foram pelo menos 12 estupros contra a criança e os abusos ocorriam na casa da avó da menina, onde ele também morava. Adenilton confirmou toda a ação. Ele esperava todos na residência dormirem para que ele pudesse ir ao quarto da vítima e praticar o crime.

“Nego ao acusado o direito de recorrer em liberdade uma vez que entendo persistentes os motivos que fundamentaram a prisão preventiva decretada por este Juízo, bem como o fato de que, com a fixação da pena, há a possibilidade de risco à aplicação da lei penal em razão de eventual risco de fuga do condenado”,  diz o magistrado. 

Município de Tutóia (Crédito: Divulgação)
Município de Tutóia (Crédito: Divulgação)




Fonte: Com informações do G1-MA
logomarca do portal meionorte..com