Menina é hospitalizada após ser dopada e estuprada em um hotel

O acusado fugiu e ainda não foi encontrado pela polícia.

Um caso ocorrido em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, no Mato Grosso, chocou. Uma menina de apenas 12 de idade foi dopada e estuprada dentro de um hotel da cidade, na última sexta-feira (2). O acusado foi identificado, mas segue foragido. 

A investigadora Walkiria Filipaldi Corrêa, da Polícia Civil, informou que a menor tomou um suco preparado pelo acusado e foi estuprada enquanto dormia. "Depois do suco, ela ficou desacordada e disse que não se recorda de nada que aconteceu. Ela não se recorda do abuso sexual, que ocorreu enquanto ela estava desacordada. Quando acordou, por volta das 21h, passou a vomitar muito, não conseguia ficar em pé e o suspeito, então, a colocou em um táxi e a levou de volta para Poconé", disse. 

A garota mantinha contato com o acusado através de mensagens em um aplicativo. Em uma das conversas, ele pede para ela não comentar sobre o encontro.  A menina foi deixada na porta de casa e, após ser socorrida por familiares, foi encaminhada para atendimento médico. 

Segundo a investigadora, a menina passou por exames no Instituto Médico Legal (IML), onde foi comprovado o estupro. "O médico a examinou e emitiu um laudo confirmando que ela foi drogada e estuprada, que o ato sexual foi consumado", acrescentou Walkiria.

O Conselho Tutelar foi acionado e está responsável pelo caso. A polícia já identificou o suspeito que ainda não foi localizado. 






Fonte: Com informações do G1