Menor suspeito de matar administrador se apresenta à polícia

Adolescente de apenas 14 anos se apresentou à polícia.

O delegado Renato Cordeiro, titular da Delegacia do Menor Infrator, afirmou que o adolescente de apenas 14 anos, suspeito de participar do assassinato do funcionário do grupo R. Damásio Marco Antônio de Oliveira, de 30 anos, desaparecido desde 4 de junho e que foi encontrado morto no dia 11 em uma estrada vicinal próximo da rodovia BR-226, em Timon, se apresentou na Delegacia de Homicídios da cidade e foi liberado devido o fim do prazo do flagrante, que é de 24 horas.

“Essa investigação está a cargo da Delegacia de Homicídios de Timon, que conseguiu prender e identificar o primeiro envolvido, identificado como José de Jesus Pinto Neto, mais conhecido como ‘Paizim’, de 19 anos. A partir da prisão do “Paizim”, conseguimos identificar mais dois envolvidos, sendo que um deles é adolescente. Ele [menor] foi localizado, se apresentou junto com seu advogado na Delegacia de Homicídios e agora de tarde vamos conversar com ele para saber como ocorreu o fato”, afirmou o delegado.

Marco Antônio de Oliveira
Marco Antônio de Oliveira

Segundo o delegado, a motivação do crime foi o roubo de um anel do administrador e uma quantia no valor de R$ 50. “Ele [Paizim] se encontrou com a vítima e chamou os outros dois [envolvidos] para irem juntos e lá resolveram matar o administrador, roubaram R$ 50, além do anel da vítima”, contou.

O delegado explica que não sabe por qual motivo Marco Antônio foi levado para o matagal. “Não tenho detalhes, não sei se foi um encontro casual ou se foi vítima de um assalto quando passava pelo local”, informou.

Apesar de ter sido liberado, o adolescente será ouvido pela polícia, conforme o delegado “Nós vamos ouvir o menor e partir de sua oitiva nós vamos ver quais medidas tomaremos em relação ao caso”, enfatizou.

Durante depoimento, “Paizim”, que faz uso de tornozeleira eletrônica, afirmou que participou do crime na companhia dos dois comparsas, mas negou autoria. “A perfuração foi o de menor quem planejou”, disse ao ser questionado sobre quais pertences que roubaram da vítima: “Só o dinheiro mesmo”.

Jesus Pinto Neto, mais conhecido como ‘Paizim’  (Crédito: Rede Meio Norte)
Jesus Pinto Neto, mais conhecido como ‘Paizim’ (Crédito: Rede Meio Norte)


Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com