Menores que participaram de estupro alegam que vítima deixou

Todos eles afirmaram que a vítima havia consentido.

A delegada Débora Rodrigues, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), de São Gonçalo, disse na tarde desta terça-feira (25), que seis menores participantes do estupro coletivo contra uma vendedora de roupas, no bairro de Lagoinha, foram ouvidos pela polícia. Todos eles admitiram ter participado do fato, mas afirmaram que a vítima havia consentido.

“Todos eles contaram que tiveram relação com a vítima, mas afirmaram que foi com consentimento. Nós não podemos dar muitos detalhes sobre a investigação, mas posso afirmar que os exames da vítima afirmam claramente que ela foi violentada”, comentou a delegada. Todos esses menores tem idade entre 16 e 17 anos.

Ainda de acordo com a delegada, uma investigação paralela está sendo feita para apurar outros estupros sofridos pela vítima. “Vamos, inclusive, ouvir o ex-namorado dela que teria filmado ela durante um momento de intimidade. Segundo ela, esse homem passou a mostrar o vídeo para outras pessoas e os traficantes do bairro passaram a persegui-la e estupra-lá”,  disse.

Vítima ficou traumatizada com o caso (Crédito: Reprodução)
Vítima ficou traumatizada com o caso (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com