Motorista de ônibus mata passageiro que assediava garotas em SP

O motivo foi porque o passageiro passou as mãos nas partes íntimas

O motorista de ônibus Lourival Messias da Silva matou a tiros o passageiro Gustavo Bezerra Pratis, de 36 anos,  dentro do coletivo que fazia a linha do Residencial Jundiaí para o Terminal Parque Eloy Chaves, em Jundiaí, interior de São Paulo. O motivo, segundo testemunhas, foi porque o passageiro passou as mãos em partes íntimas de duas moças. Elas reclamaram com o motorista, que foi tirar satisfações.

Image title

De acordo com as testemunhas, o passageiro desferiu um soco no olho do motorista. Revoltado, o motorista voltou ao seu banco, pegou dentro de uma bolsa uma pistola calibre 380 mm e apontou para o passageiro. Pratis teria partido para cima de Silva. Três disparos foram dados pelo motorista contra o passageiro, que morreu na hora.

Após o homicídio, Silva abandonou o ônibus e fugiu a pé.

Mulheres vêm reclamando constantemente, nas empresas de ônibus de Jundiaí, dos assédios que recebem dentro dos coletivos. A empresa em que Silva trabalha recebeu foto de um suspeito que atacou, na quinta-feira (12), uma garota.

A jovem T.M., de 20 anos, relatou que descia do ônibus do Terminal Colônia para o Centro de Jundiaí, às 17h40, quando foi atacada pelo mesmo homem que tem foto circulando nas redes sociais. Ela gritou, xingou e esperou reação dos demais passageiros, “que não fizeram nada”.

Um servidor público, J.V., disse que está revoltado com os homens que ficam assediando sua filha, quando ela volta do trabalho, às 23 horas, na linha do Parque Eloy Chaves para o Jardim Novo Horizonte e não tem segurança.

Fonte: Com informações do Estadão
logomarca do portal meionorte..com