Motorista de Uber morre após ser esfaqueado por travestis em SP

Após as agressões, o grupo foi embora.

Um motorista morreu após ser esfaqueado por travestis por volta das 23h desta terça-feira (1º), na avenida Indianópolis, no bairro Planalto Paulista, na zona sul de São Paulo.

Uma testemunha contou à polícia que o carro da vítima seguia pela rua e, ao chegar numa esquina, foi cercado por um grupo de travestis que começou a jogar pedras no veículo. O motorista desceu do carro e acabou sendo atacado pelo grupo.

Após as agressões, o grupo foi embora. A testemunha chamou a Polícia Militar e o resgate. Felipe Araújo Lopes, de 30 anos, chegou a ser socorrido a um hospital da região, mas morreu antes de dar entrada na unidade.

Segundo a família, ele estava há uma semana trabalhando como motorista para complementar a renda. Felipe era estudante de educação física.

O caso foi encaminhado ao 16º Distrito Policial, da Vila Clementino. Ainda não se sabe a motivação do crime. Apenas a carteira de habilitação dele foi encontrada no carro.

A polícia irá buscar imagens de câmeras de segurança que possam ajudar na identificação dos criminosos. O corpo da vítima deve ser encaminhado ao IML Sul.

Image title

Image title


Fonte: Com informações do R7
logomarca do portal meionorte..com