Motorista do Uber é baleado em tentativa de assalto em São Paulo

Ele foi atingido no pescoço de raspão, mas passa bem

Um motorista do Uber, serviço de transporte particular acionado via aplicativo de celular, foi baleado em uma tentativa de assalto em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo.  O motorista recebeu um chamado para uma corrida na noite desta quinta-feira (19), mas quando chegou na Rua Aquiramun, um carro da cor prata se aproximou e o homem que o conduzia anunciou o assalto.

Image title

O motorista tentou fugir, mas o criminoso atirou e o atingiu no pescoço de raspão. Ele perdeu o controle do veículo e bateu contra uma árvore. Os criminosos fugiram sem levar nada e o motorista foi socorrido para o Hospital das Clínicas, mas passa bem. A polícia vai recorrer às câmeras de segurança da via para identificar os criminosos.

Violência

Desde o segundo semestre de 2016, quando o Uber passou a oferecer corridas pagas em dinheiro, os casos de violência contra motoristas aumentaram na capital paulista. Eles atribuíram o aumento dos crimes à adesão deste tipo pagamento.

Em agosto, um motorista foi vítima de um sequestro-relâmpago na Vila Mariana. Ele só conseguiu se salvar porque pulou do carro em movimento. Em setembro, outro motorista foi morto quando trabalhava na região da Favela de Heliópolis, na Zona Sul de São Paulo. Osvaldo Modolo Filho, de 52 anos, foi assassinado com um tiro no rosto, outro na mão e facadas pelo corpo.

O caso mais recente que alcançou grande repercussão havia ocorrido na Vila Clementino. Segundo testemunhas, o motorista sofreu uma tentativa de assaltado por duas travestis, além de ter sido esfaqueado por um homem, que depois fugiu com elas em outro carro.

Fonte: Com informações do G1