Motorista do Uber é cercada por taxistas na Rodoviária de Teresina

A vítima gravou um vídeo sobre o caso.

Na noite desta quinta-feira (09/02), uma motorista do Uber foi coagida por um grupo de taxistas no Terminal Rodoviário de Teresina Lucídio Portela. A Polícia Militar foi chamada para controlar o tumulto criado no local.

Um vídeo gravado pela própria Uber mostra o momento em que ela começa a ser cercada pelo grupo na rodoviária. É possível observar um taxista se aproximando e perguntando para a vítima se ela é um Uber, após ouvir a confirmação, ele responde: “Você não vai pegar passageiros aqui não”.

O número de  taxistas no local dobra e uma discussão mais aflorada se inicia. A motorista do Uber é xingada de vários palavrões, mesmo com a presença da polícia, durante todo o momento em que permanece na rodoviária.

Na sua página do Facebook, a vítima desabafa sobre o caso: “No momento que parei na Rodoviária para desembarcar um passageiro , eles vieram cercar meu carro, bateram no veículo, me xingaram de todos os palavrões possíveis, disseram me conhecer de redes sociais e me ameaçaram dizendo que sabem onde moro. Me desloquei até o 10º distrito para prestar queixa, essa situação não pode ficar impune”, disse.

“NUNCA me conformei com o POUCO, eu sempre queria ir além, mas sempre na base do trabalho, da correria,da realização de conquistas, em busca dos meus sonhos. Amigos, nesse vídeo, sou cercada por mais de 20 homens querendo me intimidar, mais de 20 homens tentando me coagir, por mais de 20 homens me fazendo ameaças (inclusive de ESTUPRO) por mais de 20 homens me xingando de cachorra,  falando a respeito da minha opção sexual, me chamando de sapatão ( será que acham mesmo que me ofendem), tentando de alguma forma denegrir a minha imagem. E pasmem meus amigos, sabem o que eu tentava fazer nesse momento de humilhação? Apenas TRABALHAR! Deixo aqui todo meu REPUDIO e TRISTEZA a essa classe que não respeitam a ninguém, menos ainda a mulher”, escreveu.


Fonte: Portal MN