Mulher é cimentada dentro de casa pelo marido em São Paulo

Principal suspeito, marido foi encontrado morto em hotel

Nesta quinta-feira (08), a polícia civil de São Paulo localizou o corpo de uma mulher de 45 anos que foi cimentado debaixo da escada da casa onde ela morava na capital do estado. O principal suspeito pela morte da mulher é o marido dela, também de 45 anos, encontrado morto em um hotel na noite de quarta-feira (7).

Apesar de estar sepultado há algumas semanas, o corpo foi encontrado bastante preservado. Dois cães da Guarda Civil Metropolitana ajudaram os policiais a localizar o cadáver. A perícia apura a causa da morte da mulher, desaparecida há dois meses.

"Havia suspeita de que o corpo estivesse enterrado pela casa e no fundo da casa a gente encontrou o corpo cimentado e enterrado embaixo da escada. Ele emparedou a pessoa dentro do buraco da escada", disse o inspetor Wagner de Lourenço, da GCM.

GCMs e cadelas que atuaram em busca por mulher cimentada na Zona Leste (Crédito: Reprodução)
GCMs e cadelas que atuaram em busca por mulher cimentada na Zona Leste (Crédito: Reprodução)

"Ele usou esse local para poder emparedar, fechar, colocou concreto em cima da mulher, jogou areia por cima, madeira, mais concreto e fechou. O delegado da área já tinha vindo aqui, mas não teve êxito. Aí o cachorro veio e com o faro ele conseguiu detectar que tinha alguma coisa ali. Quando a gente quebrou, começou a quebrar, encontramos a mãozinha dela pra fora. Agora o Corpo de Bombeiros já veio, já arrebentou tudo, já expôs o corpo e a perícia está aqui fazendo o trabalho dela."

Segundo o inspetor, o trabalho de detecção do corpo foi realizado pelo GCM Barbosa, com a cadela Cassie e o GMC Dionísio com a cadela Moah. As cadelas são das raças Pastor Belga de Malinois e Braco Alemão.


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com