Mulher é presa acusada de participação em assassinato em Teresina

Ela foi acusada de suposta participação na execução

Os policiais militares prenderam na manhã de sexta-feira (27), a suspeita Tatiana Rodrigues, por ordem judicial emitida em setembro de 2014, pela juíza da 2º Vara do Tribunal do Júri Maria Zilnar Coutinho Leal.

Ela foi acusada de suposta participação na execução por arma de fogo de Ednaldo Cavalcante Silva, fato ocorrido em 2001. A mulher e Angelo Maximo de Almeida, foram acusados na época de atrair a vítima para o local onde foi morto a tiros.

Já foi extinta a punibilidade de Angelo Máximo de Almeida, mas Tatiana Mota, segundo os autos do processo, na época não atendeu o chamamento que lhe foi feito pela Justiça, nem constitui advogado para a sua defesa, o que impediria seu processo, mas a juíza do caso decretou a prisão preventiva e expediu mandato de prisão com prazo com prazo de 20 anos.

O mandato de prisão foi mandato para o Banco Nacional de Prisão e registrado no Infoceg, pela secretaria Estadual de Segurança Pública e agora Tatiana foi presa na Vila São Francisco Norte, em Teresina.

Image title

Fonte: Com informações do repórter Efrém Ribeiro