Filha de sargento da PM é presa após atirar em rapaz dentro de bar

O disparo atingiu o ombro esquerdo da vítima

Uma bebedeira terminou com um homem identificado por Francisco de Assis atingido por um disparo de arma de fogo no início da noite de sábado (17), no Bairro Matadouro, em Campo Maior. Uma mulher identificada por Leiane Cavalcante é suspeita de atirar contra o suposto colega. A acusada é filha de um sargento da Polícia Militar e a arma estava em poder do marido, que já tem passagens pela polícia.

Image title

O disparo atingiu o ombro esquerdo da vítima. O homem foi socorrido e enviado ao Hospital Regional de Campo Maior. Apesar da violência do tiro, a vítima passa bem e permanece em observação.

Leiane contou à polícia que o tiro foi acidental. A polícia, no entanto, desconfia da versão apresentada pela suspeita e pela vítima. Leiane Cavalcante e seu companheiro foram detidos e encaminhados à Delegacia.

“Ela conta que foi acidente. Já a vítima se esquiva de comentar o caso. Primeiro ele disse que um homem foi quem atirou, depois disse que foi uma mulher, voltou a dizer que foi um homem”, conta um dos policiais que acompanha a diligência.

A polícia segue investigando as motivações do tiro e da vítima não revelar os detalhes. 

Outro caso

Na noite dese sábado (17), um homem foi detido por policiais militares enquanto abastecia no Posto São Crinstovão, na BR 343, em Campo Maior. Ele é suspeito de realizar assaltos contra mulheres. Na delegacia o suspeito negou as acusações. A polícia segue investigando as denúncias.

Na rede social WhatsApp, imagens do homem foi compatilhada durante todo o dia dando conta que ele era autor e vários assaltos contra mulheres que retornavam do trabalho. 

Fonte: Com informações do Campo Maior em Foco
logomarca do portal meionorte..com