Mulher sofre sequestro-relâmpago após pegar carro da Uber

Três criminosos obrigaram vítima a fazer saques e compras

Uma publicitária de 31 anos sofreu um sequestro-relâmpago na tarde desta quarta-feira (1º) após chamar um veículo pelo aplicativo de corridas Uber na Vila Olímpia, na Zona Sul de São Paulo.

A vítima contou à polícia que estava trabalhando quando chamou o carro pelo celular. Quando entrou no veículo tinha uma pessoa armada deitada no banco de passageiros. Em seguida, outro homem armado que estava escondido no porta-malas reclinou o banco. O motorista parou o veículo e um terceiro suspeito embarcou.

Os criminosos procuraram uma agência bancária e obrigaram a vítima a sacar R$ 700. Depois tentaram efetuar novos saques, mas não conseguiram.Na sequência, os criminosos levaram a publicitária para um shopping onde realizaram compras no valor de R$ 2.599 no cartão de crédito da vítima.

Uber (Crédito: Reprodução)
Uber (Crédito: Reprodução)

Ela conseguiu se livrar dos suspeitos e ir até o banheiro feminino. O segurança do shopping foi chamado e acionou a Polícia Militar. Os suspeitos fugiram. Não há informações se o motorista teve envolvimento com o crime ou se também foi vítima.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública informou que instaurou inquérito para investigar o crime, registrado no 78º Distrito Policial, nos Jardins. Policiais apreenderam imagens de câmeras de segurança e ouviram testemunhas. A investigação será realizada por policiais do 96º Distrito Policial, nas Monções.

A Uber diz que se solidariza com a usuária. "A Uber sempre colabora com as investigações das autoridades competentes e afirma que o motorista parceiro deste caso está suspenso até o fim das investigações", informou em nota.



Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com