"Não foi forçado", alega suspeito de abusar de menina de 11 anos

Suspeito afirma que mantinha um relacionamento com a garota

Um jovem de 19 anos foi preso na Bahia, suspeito de estuprar uma menina de 11 anos. Weslei Julião Nascimento, conhecido como Bruno, é acusado de estupro de vulnerável. Mas, segundo o suspeito, ele mantinha um relacionamento com a garota.

Image title

Na Derca (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente), Weslei disse que tinha apenas um mês que estava se relacionando com a vítima. Segundo ele, após os pais da menina descobrirem, o pai aceitou, mas a mãe procurou a polícia.

— Quem procurou a polícia foi a mãe dela, que não aceita. Mas o pai aceita, o pai sabe que eu sou correria, não me envolvo em nada.

Ainda de acordo com o suspeito, o pai da vítima ficou com medo de que ela fugisse de casa e aceitou o relacionamento. O jovem ainda negou que tenha mantido relação sexual com a garota.

— Só ficar, foi coisa de só ficar mesmo. A minha consciência está limpa, o pai dela sabe.

Apesar de confirmar que está errado em manter um relacionamento com uma menina, o jovem negou que tenha praticado o crime.

— Não foi forçado, véio. Isso é estupro? Não é.

Mas pela lei, "qualquer ato libidinoso" envolvendo adultos e menores de 14 anos é considerado estupro de vulnerável, não importando se a vítima consentiu.

Fonte: Com informações do R7
logomarca do portal meionorte..com