Pagodeiro acusado de matar turista argentino fugiu para a Espanha

Polícia diz que acusado viajou no mesmo dia do crime

Nesta quinta-feira (30), a Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro informou que os quatro suspeitos da morte do turista argentino Matias Sebastian Carena em Ipanema, na Zona Sul do Rio, já são considerados foragidos. Um deles, o ex-músico do KarametadeToddy Cantuária, é apontado como foragido internacional.

O crime aconteceu na madrugada de domingo (25). De acordo com a polícia, às 11h40 do mesmo dia, Valterson Ferreira Cantuária, o Toddy Cantuária, pegou um avião para Madri. Os investigadores afirmam que o músico pegou um táxi logo após dar o soco que deixou Matias desacordado. Ao chegar em casa, ele pegou uma muda de roupas e no mesmo taxi foi para o aeroporto.

Julio Cesar Godinho, PH, Toddy Cantuária e Thiago Lessa: suspeitos de matar argentino em briga no Rio (Crédito: Reprodução)
Julio Cesar Godinho, PH, Toddy Cantuária e Thiago Lessa: suspeitos de matar argentino em briga no Rio (Crédito: Reprodução)

O delegado Rodrigo Brand, da Divisão de Homicídios, afirmou que a Polícia do Rio já notificou a Interpol sobre a fuga de Valterson para a Espanha. Os outros suspeitos que tiveram prisão temporária decretada são Pedro Henrique Marciano, o PH, Júlio Cesar Oliveira Godinho e Thiago Noroes Lessa Silva.

Karametade emite nota

Em um post em uma rede social, o grupo Karametade disse que Toddy Cantuário tocou como músico freelancer na banda por três meses, tendo deixado o grupo em novembro de 2016. Segundo o texto, Ele "não presta mais qualquer trabalho nem possui qualquer vínculo, seja de cunho pessoal ou profissional" com a banda.

"Por fim, o Karametade, 20 anos de uma linda história, se sensibiliza e lamenta o ocorrido, bem como repugna veementemente qualquer ato de violência. Sem mais", diz o texto.

Fonte: Com informações do G1