Pai de crianças mortas em Viçosa do Ceará:"Quero é justiça"

As vítimas, Iracione e Francisco, foram mortas a facadas no domingo

Duas crianças de 8 e 10 anos de idade foram assassinadas a facadas na zona rural de Viçosa do Ceará, no domingo dia 16. O pai das duas crianças que eram irmãs, João da Silva, falou sobre o caso. Bastante abalado, o trabalhador disse que quer punição para os acusados de matar seus filhos Iracione e Francisco.

“Eu estou muito desorientado. Eu perdi dois filhos que me ajudavam muito. O que eu quero é que a justiça resolva esse problema, que bote esses cabras nos eixos”, disse  João da Silva, ao acrescentar que  tentou ao lado da esposa salvar os filhos, mas não conseguiu. 

João da Silva
João da Silva

“Eles pegaram uma faca desse tamanho, pularam o muro e foram pegar o capim. Vinte minutos depois ouvimos um grito. Eu botei uma faca na cintura e corri. Ela [a mãe] também correu e já viu um bandido que matou as crianças correndo. Eu corri pra 'riba', quando cheguei lá em cima encontrei o Cione caído no chão, com muito sangue. Aí ouvi outro grito: João tá aqui o Francisco, mataram o Francisco”, contou. 

A pedido do pai, eles tinham ido até um terreno localizado ao lado da casa onde moravam, na localidade de Inharim, buscar milho e capim para alimentar uma ovelha da família. Segundo relato dos vizinhos, foi a mãe quem escutou os gritos das crianças.

A faca utilizada no crime estava com uma das vítimas. De acordo com a família, os meninos costumavam caçar em um matagal perto da casa. Durante as investigações, a polícia também encontrou uma camisa suja de sangue, que seria de um dos suspeitos de participar dos assassinatos.

Dois homens foram presos suspeitos de praticar o crime, mas a polícia ainda investiga a participação de uma terceira pessoa, um adolescente de 15 anos.




Fonte: Com informações do G1-CE