Pai e filho são assassinados por vizinho após desentendimento

O suspeito do crime já havia ameaçado as vítimas

Uma briga entre vizinhos acabou com duas pessoas mortas na noite desta sexta-feira (8/12). Pai e filho se desentenderam com um vizinho, identificado como Roney Ramalho Sereno, 43 anos, e foram assassinados a tiros.

Anderson Ferreira de Aguiar, 49, morreu na hora e o filho dele, Rafael Macedo de Aguiar, 21, chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu ao dar entrada no hospital.

Testemunhas informaram à polícia que as brigas entre os vizinhos se arrastam desde 2014. Segundo a polícia, tudo começou porque o autor instalou uma lixeira próximo à casa dos vizinhos mortos. Há informações de que Roney também sempre mandava os caminhões com materiais de construção estacionarem em frente à casa das vítimas, atrapalhando a passagem e a entrada dos carros na garagem.

Funcionários do condomínio onde ocorreu o crime relataram à polícia que o autor dos disparos teria enviado uma carta para as vítimas fazendo ameaças. O envelope foi acompanhado de uma munição de arma de fogo. As testemunhas não souberam informar quando o bilhete foi entregue.

Dentro da residência do acusado, foram encontrados um revólver, uma pistola, uma espingarda e mais de 30 mil munições, todas sem documentação. O acusado de cometer o crime foi preso e levado para a delegacia onde foram feitos todos os procedimentos legais.

Pai e filho são assassinados por vizinho após desentendimento
Pai e filho são assassinados por vizinho após desentendimento


Fonte: Com informações do Metropoles
logomarca do portal meionorte..com