PF faz conduções coercitivas de seis candidatos do Enem em Teresina

A PF monitorou pessoas que já eram investigadas por fraudes.

O delegado da Polícia Federal (PF) Franco Perazzoni informou que foram cumpridos no domingo 31 mandados de condução coercitiva e 31 de busca e apreensão tendo em vista impedir fraudes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

Os alvos já eram monitorados e estavam fazendo prova neste domingo. Não houve prisões. As ações ocorreram em 13 estados: Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A Polícia Federal do Piauí fez conduções coercitivas em Teresina de seis candidatos . Eles prestaram depoimentos e foram liberados porque não tinham equipamentos eletrônicos ou telefone celular.

Além dos 31 conduzidos para depor, houve um flagrante em Londrina (PR) de candidato com celular. Ele foi eliminado e também conduzido à delegacia.

A PF monitorou pessoas que já eram investigadas por fraudes em outras edições do Enem e também concursos públicos. Assim, passou a monitorá-las.

Franco Perazzoni informou que tiveram suas conduções coercitivas feitas candidatos eram pilotos, que fazem a prova para repassar informações, quantos eram beneficiários.

Segundo ele, não houve fraude no Enem este ano,mas isso ainda será apurado devidamente ao longo das investigações.


Fonte: Com informações de Efrém Ribeiro do Jornal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com