Piauiense acusado de assaltos é morto pela polícia no Maranhão

Ele fazia parte de quadrilha especializada em roubo a carro-forte.

Na última quinta-feira, dia 16, três homens acusados de integrar uma quadrilha especializada em roubo a carro-forte foram mortos durante confronto com a polícia no município de Grajaú, no Maranhão. Um dos suspeitos, um piauiense identificado como Roberto de Sousa, 33 anos, estava com uma carteira de identidade emitida pela Secretaria de Segurança do Piauí.

De acordo com o delegado da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), Thiago Bardal, o grupo planejava realizar um novo assalto. “Nós conseguimos localizar o esconderijo da quadrilha, localizado na zona rural, em Grajaú, e, nesta quinta-feira (16) foi deflagrada essa ação integrada. No local tinham cinco bandidos fortemente armados, houve intensa troca de tiros e três deles morreram em confronto. Dois conseguiram se evadir do local”, disse. 

Corpos de dois dos três acusados mortos em confronto
Corpos de dois dos três acusados mortos durante confronto com a polícia

Segundo o delegado, no esconderijo os policiais encontraram  dois carros, sendo um blindado; três fuzis, cinco pistolas, explosivos e uma metralhadora calibre .50 capaz de derrubar aeronaves e ultrapassar a blindagem de carros-fortes.

Os outros dois assaltantes mortos foram identificados como Rodrigo Bezerra Lima Nunes, o Nego da Usina, de 32 anos, integrante da quadrilha especializada em roubo a carros-fortes, uma conexão do Maranhão com Goiás. O outro foi identificado como baiano Romário Jesus Silva, 25 anos, também  executado. 

Um dos veículos foi roubado na cidade de Porto Franco na quarta-feira (15), enquanto o outro carro é proveniente de Pernambuco.



Fonte: Portal Meio Norte