Vídeo mostra rebelião em presídio que durou mais de 10 horas

Segundo a polícia, rebelião ocorreu após registro de duas mortes.

Uma rebelião iniciada na tarde de quarta-feira, feriado do Dia de Finados, dentro da Penitenciária José de Deus Barros, localizada no município de  Picos, a cerca de 310 km de Teresina, foi controlada durante a madrugada desta quinta-feira, dia 03 de novembro.

De acordo com a Polícia Militar, 50 homens conseguiram controlar a confusão no local que teve início após o assassinato de dois detentos, Benedito Josenildo Alves, mais conhecido por ‘Jotinha’, de 30 anos, e Alderi Pereira do Nascimento, mais conhecido por ‘Pezinho’. 

Em um vídeo, gravado pelo major Edwaldo Viana, comandante do 4° Batalhão da Polícia Militar de Picos, é possível ver a ação dos grupos especiais da Polícia Militar e de agentes penitenciários no combate a rebelião. As imagens também mostram um cenário de destruição, com grades serradas, colchões em chamas e grades arrancadas.


A Secretaria Estadual de Justiça (Sejus) está investigando as duas mortes. O presídio, que só possui capacidade para 158, conta atualmente com 389 detentos, configurando a superlotação no sistema pressional no Estado que já registrou, somente  este ano, 16 mortes violentas em presídios.

Os dois detentos foram mortos durante banho de sol e a motivação do crime seria, segundo as investigações, uma suposta rixa entre facções.

Dois detentos mortos

Benedito Josenildo Alves, mais conhecido por ‘Jotinha’, de 30 anos estava preso há quatro anos por tráfico de drogas e sofreu várias perfurações pelo corpo. Populares que estavam presentes no Hospital Regional Justino Luz afirmaram que o mesmo já chegou ao local sem vida.

Familiares do rapaz, sem informações do que realmente aconteceu, esperavam na porta no necrotério para a liberação do corpo.

Um outro detento identificado como Alderi Pereira do Nascimento, mais conhecido por ‘Pezinho’, chegou ao hospital gravemente ferido e morreu horas após dar entrada na emergência.

Informações do hospital apontam que o mesmo foi submetido a uma cirurgia, mas após voltar para a observação veio a óbito. O homem foi preso em 2015, por roubar um motocicleta e segundo a polícia militar é acusado de ter assassinado um rival.

Detentos mortos na Penitenciária José de Deus Barros (Crédito: Divulgação)
Detentos mortos na Penitenciária José de Deus Barros (Crédito: Picos40graus)




Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com