Polícia investiga se criança foi baleada em 'acerto de contas'

Criança alvejada com um tiro nas costas, que atingiu seu pulmão.

Um homem identificado como Valmir da Silva Lima, de 33 anos, e uma criança de apenas 08 anos foram alvejados durante um tiroteio no bairro Mafrense, zona Norte de Teresina, na noite de quinta-feira, dia 01. De acordo com informações dos policiais da Força Tática do 9º batalhão, dois homens em uma motocicleta foram os autores dos disparos.

“Fomos informados que estava ocorrendo um tiroteio no bairro e que uma criança e um adulto foram baleados. Dois elementos em uma moto passaram efetuando os disparos, o Valmir tentou fugir, entrou em uma residência mas eles conseguiram alcançá-lo e alvejá-lo, mesmo ele estando com uma criança. A criança foi atingida no tórax e levada para atendimento médico em um hospital particular, ele foi levado em uma ambulância do SAMU”, afirmou.

Valmir da Silva Lima
Valmir da Silva Lima

O comandante do 9º BPM, major Gilson Leite, informou que os acusados ainda não foram encontrados e não descarta  que o crime tenha sido motivado por um suposto acerto de contas. 

“Nós temos informações dos familiares que o Valmir havia recebido uma ligação antes do fato e teria abandonado sua refeição para atender. Logo depois, a esposa soube que o mesmo havia sido alvejado. Nós conversamos com familiares que disseram que ele estava portando joias, cordões de ouro e outros bens que não foram levados. Então, isso nos leva a crê que houve acerto de contas, mas não sabemos do que se trata. Os indícios mostram que alguém queria matar ele”, afirmou.

Segundo o major, a dupla que realizou os disparos já foi identificada, embora ainda não tenha sido presa. “Nós temos informe de quem teria sido os executadores ou mandantes, mas não vamos divulgar os nomes por se tratar de uma investigação em andamento. Estamos trabalhando juntamente com a Polícia Civil”, acrescentou.

A criança segue internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O diretor técnico do hospital, médico Fábio Marcos, falou sobre o estado de saúde da criança. “Infelizmente arma de fogo acometeu o pulmão e parte da coluna vertebral. O pulmão foi submetido a um procedimento cirúrgico, com excelência. Com relação ao ferimento acometendo a coluna, os primeiros exames mostraram um acometimento nas pernas, mas são os exames iniciais e ainda faremos outros", explicou. 

Questionado se a criança poderá ficar com alguma sequela, o médico esclarece que é necessário aguardar por novos exames. “Não será preciso fazer outras cirurgias por enquanto. Relacionado se pode ficar com sequelas, is isso depende de outras avaliações”, finalizou.

Os policiais seguem em diligências para capturar os acusados. 




Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com