Polícia prende grupo acusado de vender drogas em escolas no PI

Entre os presos está o vigilante de uma escola.

Na madrugada desta quarta-feira (13), a Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Matias Olímpio e com apoio das demais Delegacias que compõe a Regional de Esperantina, deflagrou uma operação para desmontar uma associação criminosa de venda de drogas e crimes contra o patrimônio (roubos e furtos) nas cidades de São João do Arraial, Campo Largo e Esperantina.

Segundo informações do delegado Everton Férrer, gerente de policiamento do interior, a operação contou com seis mandados de prisão e seis mandados de busca e apreensão. Ainda de acordo com ele, até o momento cinco pessoas foram presas e uma não foi encontrada.

A investigação demorou cerca de quatro meses e concluiu que o esquema funcionava há mais de um ano vendendo entorpecentes dentro escolas públicas e com isso patrocinando roubos e furtos com armas de fogo e motocicletas. Entre os presos se encontra um vigilante de uma escola acusado de vender entorpecentes no local de trabalho.

“Ele fazia o trabalho de comercialização lá dentro mesmo, para quem quisesse realizar a compra, isso inclui os alunos”, declarou.


Fonte: Ascom
logomarca do portal meionorte..com