Polícia prende suposto pastor acusado de estuprar as duas filhas

O crime aconteceu na cidade de União.

Nesta quinta-feira (04/05), um homem identificado como Antônio Carlos de Moura, de 49 anos, foi preso por uma equipe da Polícia Civil da cidade de União no Centro de José de Freitas em cumprimento de um mandado de prisão expedido pela Justiça da cidade, sob acusação de abusar sexualmente de suas duas filhas. A prisão foi realizada pelo policial civil Júnior Lopes e Cícero Barros, lotados no 20º distrito.

Cícero Barros informou que o crime aconteceu há cerca de sete anos  e durante a investigação sobre o caso da filha adotiva, a sua filha biológica que na época era adolescente, confessou para a polícia que também havia sido abusada pelo seu genitor.

Ainda de acordo com o policial, o acusado foi localizado e preso próximo a agência do Banco do Brasil quando estava na sua banca, onde comercializa diversos produtos. Durante a prisão, Antônio Carlos afirmou para os policiais que era pastor e confessou os dois abusos, contra a filha adotiva e sua filha biológica.

“O mandado de prisão era referente ao abuso da filha adotiva de seis anos, porém quando estávamos investigando esse caso, a filha biológica dele, que atualmente tem 20 anos, contou que quando ainda era menor de idade, aos 16 anos, também foi estuprada pelo pai, dessa forma o enquadramos pelos os dois casos”, afirmou o policial.

Antônio Carlos foi recambiado para a delegacia de União, onde se encontra preso. Segundo a polícia civil, o suspeito será encaminhado para Casa de Custódia em Teresina, uma vez que os estupros já foram comprovados. Os pastores de algumas igrejas evangélicas da região repudiaram a afirmação do preso e negaram que ele seja pastor.

Junior Lopes, chefe de investigação da delegacia de União-PI
Junior Lopes, chefe de investigação da delegacia de União-PI
Acusado Antônio Carlos, preso no centro de José de Freitas
Acusado Antônio Carlos, preso no centro de José de Freitas
Fonte: Com informações do JFagora