Policial mata ex-namorada com ao menos 10 tiros em SP

Márcio Silva Lima confirmou autoria por meio de rede social

Um policial militar matou a ex-namorada com ao menos 10 tiros no meio da rua na noite desta quarta-feira (11). O crime aconteceu na Vila Verde, em Itaquera, na zona leste. 

O policial Márcio Silva Lima matou Janaína Mitiko, de 30 anos, por não aceitar o fim do namoro que aconteceu há cerca de duas semanas. O policial e Janaína namoraram por cerca de dois anos, mas ela resolveu colocar um fim ao relacionamento, pois não aguentava o ciúme doentio do namorado.

A partir do fim do relacionamento, ele começou a fazer ameaças veladas de que iria matá-la caso o namoro não fosse reatado. Na noite de ontem o policial esperou Janaína sair da academia e a seguiu. Ela foi morta no meio da rua, a poucos metros da casa onde morava.

Depois de matar a ex-namorada, Márcio, que trabalhava no setor administrativo da PM, postou uma mensagem na internet confirmando o crime. No texto, ele dizia: "A todos os meus amigos me perdoem, matei a Janaína". O agente se entregou à Polícia Militar e foi levado para o 24º Distrito Policial. Ele deverá ser encaminhado para o presídio Romão Gomes.

Familiares da vítima informaram que na véspera de Natal, Márcio apareceu bêbado na casa de Janaína e chegou a agredi-la. O casal se conheceu depois que ela voltou do Japão, onde trabalhou em fábricas de aparelhos eletrônicos. Atualmente a vítima trabalhava como recepcionista de uma concessionária de veículos e estava no terceiro ano de administração de empresas.

Ela já tinha sido casada anteriormente e não tinha filhos. O corpo da vítima será encaminhado ao IML Leste.

Image title


Fonte: Com informações do R7
logomarca do portal meionorte..com