Policial mata homem por engano ao perseguir bandidos no Maranhão

O crime ocorreu no Centro Histórico de São Luís, no sábado (07).

Um policial civil identificado apenas como Júlio Batista foi preso após matar um homem  por engano no momento em que perseguia três criminosos no Centro Histórico de São Luís, no Maranhão, no sábado (07).  A vítima, Jamilson Cleiton Machado, foi alvejada com um tiro na cabeça, tendo morte no local. 

O delegado  Estefane Aragão, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), informou que o policial civil estava deixando uma festa na companhia de sua namorada, quando de repente foi surpreendido pelos três criminosos. Após ter objetos levados, ele saiu em disparada na tentativa de prender os assaltantes. 

Conforme o delegado, o policial efetuou vários tiros e um dos disparos atingiu a cabeça de Jamilson Cleiton, que estava próximo dali conversando com amigos. Os bandidos foram presos. Júlio Batista foi preso e teve a arma recolhida.

A vítima trabalha como motorista. O caso segue sob investigação da Corregedoria da Polícia Civil de São Luís.

Jamilson Cleiton Machado, morto por engano no Maranhão (Crédito: Arquivo Pessoal)
Jamilson Cleiton Machado, morto por engano no Maranhão (Crédito: Arquivo Pessoal)




Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com