Prejuízo no comércio passa de R$ 4,5 milhões no Espírito Santo

Prejuízo é de R$ 4,5 milhões na Grande Vitória, capital do estado.

A situação da região metropolitana de Vitória, capital do Espírito Santo, por conta da crise na segurança pública, chegou a 68 mortos desde domingo, além de saques, depredações e paralisação no transporte público. De acordo com o presidente da Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio), José Lino Sepulcri, o prejuízo no comércio passa de R$ 4,5 milhões.

“O que está acontecendo é um desastre. Mais de 120 lojas tiveram prejuízos. Estamos nos deparando com essa situação de quebra-quebra e roubos que, infelizmente, caíram no colo dos comerciantes”, afirmou.

Segundo Cláudio Sipolatti, presidente do Sindilojistas e da CDL Vitória, muitos empresários não sabem se possuem condições financeiras para continuar com  com os estabelecimentos abertos. 

"O que está acontecendo é uma tristeza. Enquanto essa insegurança continuar não há a menor condição de abrir as portas. Aliás, tem empresário que vai fechar de vez o negócio”, informou. 

O presidente do Sindicato dos Lojistas no município, José Antônio Pupim, também lamentou a situação do ES. “Além dos danos materiais, o nosso grande prejuízo é não ter o direito de ir e vir. Estamos acuados”, lamentou. 




Fonte: Com informações do G1