Preso em Picos acusado de participar de assassinato de PM do Ceará

Marlôncio era foragido da Justiça do Ceará

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil do Ceará e do Piauí prendeu na quarta (05), um acusado de participar do assassinato de um Policial Militar, em Campo Sales. O crime aconteceu no dia 08 de maio.

A prisão aconteceu no bairro Parque de Exposição. O homem identificado como Marlôncio Benigno Campos, de 34 anos, conhecido por “Neguinho” ou “Moreno” foi capturado em sua residência e prestou depoimento na Delegacia Regional da Polícia Civil de Picos.

Marlôncio era foragido da Justiça do Ceará e agora responderá pelo crime na Cadeia Pública de Campos Sales. A Polícia Civil do Ceará ainda não repassou o envolvimento de Marlôncio no crime, mas informou que o mesmo vinha sendo monitorado há algum tempo. A operação contou com o apoio do Serviço de Inteligência da Polícia Civil de Picos.

Entenda o caso

O policial José Roberto Lemos do Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) morreu em uma troca de tiros. De acordo com a Polícia Militar, um grupo de policiais recebeu a denúncia da entrega de cocaína a traficantes de Campos Sales e preparou uma ação de emboscada para prender os suspeitos.  A vítima e outro policial investigavam um bar, e lanchavam à paisana no local, que receberia uma batida policial à noite.

Porém, uma mulher percebeu que os dois clientes eram policiais e alertou os proprietários do local, que dispararam contra os policiais, José foi atingido com um tiro nas costas e outro no crânio. E apesar de ter sido atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no local do crime não resistiu.

Foragidos

Segundo a Polícia Civil de Campos Sales, pelo menos dois suspeitos fugiram após a troca de tiros, mas os policiais investigam a participam de até cinco pessoas no crime. Testemunhas relataram a fuga em direção ao Piauí, na divisa com a cidade de Campos Sales, no Sul do Ceará.

Image title

Fonte: Com informações do Picos 40 graus