Professor de Direito é acusado de estuprar aluna após formatura

Exames na Evangelina Rosa comprovaram o ato sexual forçado.

Um professor do curso de Direito e servidor do Tribunal de Justiça do Piauí, não identificado, está sendo acusado de estuprar uma ex-aluna, após festa de formatura ocorrida durante final de semana em Teresina. A jovem procurou a Delegacia da Mulher, localizada no Centro da Capital, para fazer a denúncia.

O secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, afirmou que a prisão do servidor poderá ocorrer nos próximos dias. "Eu já conversei com a delegada Vilma, da Delegacia da Mulher e responsável pelo caso, e ela está tomando todas as medidas cabíveis e legais nesse caso. De acordo coma  delegada e com as provas colhidas preliminarmente, ela poderá, sim, fazer as prisões ou a prisão dessa pessoal, ou abrir o inquérito", afirmou.

Segundo o secretário, a vítima contou, em depoimento, que pode ter ingerido alguma substância e por conta disso não lembra muito da forma como tudo aconteceu. "Ela afirmou que pode ter sido induzida através de alguma substância e a partir daí ela não lembra muito o que aconteceu. Todas essas informações estão com a delegada que fará toda essa ação legal com relação a esse caso", acrescentou Abreu. 

Após prestar queixa contra o professor, a estudante passou por exames médicos na Maternidade Evangelina Rosa, onde foi comprovado o ato sexual forçado.

A estudante participava da própria festa de formatura, mas como convidada de uma colega de turma. 







Fonte: Portal Meio Norte