Sargento da Polícia Militar atira 7 vezes contra carro com bebê

O caso ocorreu no bairro Buritizal, em Macapá.

Um sargento da Polícia Militar está sendo acusado de atirar pelo menos 7 vezes contra o carro em que seguia uma família no bairro Buritizal, em Macapá, no estado do Amapá. No veículo estavam o pai, mãe e um bebê de oito meses. O homem, Jaime Vieira, foi alvejado por quatro tiros e segue internado. 

Clívia Pantoja, esposa de Jaime e mãe da criança, contou que a família estava de férias na cidade e ao passar pelo bairro Buiritizal foi surpreendida pelos disparos efetuados pelo sargento. Segundo ela, o policial confudiu o veículo e colocou em risco a vida dos ocupantes.

“Ele [sargento] fechou a frente do nosso carro. Não parou, só fechou e seguiu. Aí meu marido chegou a colidir com ele […]. Quando bateu, eu só ouvi o barulho da colisão e dos tiros", afirmou. 

Ainda bastante abalada, ela conta que só percebeu depois que o marido havia sido atingido. "No momento, nem imaginei que fosse tiros. Só depois, quando meu marido encostou a cabeça no banco e colocou a mão na barriga gemendo, foi quando me levantei, eu estava no banco de trás com a nossa filha e vi o que era. Me desesperei”, continuou. 

O sargento, não identificado, foi preso e será mantido no Centro de Custódia até decisão da Justiça. A corporação da PM juá iniciou investigação e diz que há outra versão sobre o caso. Além disso, o sargento estava fora do horário de trabalho. A polícia confirmou que a arma utilizada pertence, sim, a ele. 

Tiros efetuados pelo sargento (Crédito: Reprodução)
Tiros efetuados pelo sargento (Crédito: Reprodução)






Fonte: Com informações do G1