Sargento morre após ser esfaqueado por companheira em Teresina

O PM teria sido esfaqueado na madrugada durante uma discussão

O sargento reformado da Polícia Militar do Piauí Davi Alexandre, de 63 anos, morreu neste domingo (09), após ser esfaqueado na região da cabeça por sua companheira Roseleide Soares Gonçalves, na zona Sul de Teresina. O PM teria sido esfaqueado na madrugada durante uma discussão, mas veio a falecer durante a manhã.

A vítima foi atingida com golpes de faca na cabeça, um dos golpes atingiu, inclusive, o seu olho. O sargento chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde morreu. Os policiais da Companhia Independente de Polícia do Promorar atenderam a ocorrência.

De acordo com informações da PM, o sargento Davi, não quis registram um boletim de ocorrência contra a sua parceira, que ainda chegou a lhe acompanhar até o hospital, mas logo depois fugiu e foi encontrada por uma guarnição da Força Tática no município de Nazária, na zona rural de Teresina e em seguida conduzida até a Central de Flagrantes, onde ficará presa à disposição da Justiça.

O sargento J.Pedro, confirmou o caso e adiantou em entrevista para o meionorte.com, que a suspeita pelo crime já foi autuada.  Essa ocorrência aconteceu na madrugada de hoje, quando o sargento teve uma discussão com a acusada que acabou o lesionando com uma faca, ele foi socorrido, levado para o HUT, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito”, disse o sargento que foi responsável por localizar e prender a suspeita do crime.

O óbito do sargento aconteceu por volta das 10h da manhã deste domingo e a causa foi devido a complicações dos golpes sofrido por arma branca. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.

Companhia Independente do Promorar  (Crédito: Reprodução/PM)
Companhia Independente do Promorar (Crédito: Reprodução/PM)


Fonte: Portal Meio Norte