Surfista é morto pela própria mulher após agredi-la em São Paulo

Homem recebeu uma facada na veia femoral

Um surfista foi morto após agredir a própria esposa, na noite da última terça-feira (18), em São Vicente, no litoral de São Paulo. Marco Antonio Lui, de 57 anos, conhecido como Bill, recebeu uma facada na veia femoral e não resistiu aos ferimentos. Ainda não se sabe o motivo da briga do casal.

De acordo com informações da Polícia Militar, a briga aconteceu já no fim da noite da última terça-feira. Após as seguidas agressões, a esposa resolveu se defender e acertou uma facada no homem na altura da perna. A mulher prestou depoimento e acabou sendo detida.

Marido e mulher participavam de eventos de surfe na região (Crédito: Reprodução)
Marido e mulher participavam de eventos de surfe na região (Crédito: Reprodução)

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar foram ao local para atender a ocorrência. O homem chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

Carreira no Surfe

Além de surfista da 'velha guarda', Bill foi professor da Escola Municipal de Stand Up Paddle de São Vicente, presidente da Associação São Vicente de Surfe e um dos mais antigos juízes de campeonatos em atividade. Ele e a mulher, Rochelle, participavam com frequência de eventos relacionados ao esporte em várias cidades do litoral de São Paulo. Em 2016, Bill foi um dos responsáveis por carregar a tocha olímpica dos Jogos do Rio de Janeiro no litoral de São Paulo.

Bill foi um dos condutores da tocha olímpica na região (Crédito: Reprodução)
Bill foi um dos condutores da tocha olímpica na região (Crédito: Reprodução)




Fonte: Com informações do G1