Suspeito de envolvimento em estupro coletivo é preso no Piauí

O crime aconteceu durante festejos da cidade de Sigefredo Pacheco

O foragido da justiça Paulo Henrique Bezerra, de 25 anos, foi preso no último fim de semana na zona urbana de Sigefredo Pacheco (160 km de Teresina). Ele é acusado de participar do estupro coletivo contra uma jovem de 21 anos e ainda ter filmado atos obscenos com a vítima e divulgar a gravação através das redes sociais. O caso aconteceu em junho deste ano.

O crime chamou atenção da população pela forma brutal em que foi praticado. Outros quatro acusados que também participaram do estupro já haviam sido identificados e seguem presos há quatro meses.  Foram presos Tiago de Oliveira Mendes, de 27 anos, Sérgio Emerson Saraiva Rodrigues, de 18 anos, Paulo Henrique Bezerra, de 25 anos, e Francisco das Chagas Ribeiro Filho, de 23 anos.

O delegado Laércio Evangelista, titular da delegacia regional de Campo Maior, liderou a equipe que conseguiu capturar Paulo Henrique e detalhou que o suspeito foi preso no momento que chegava a casa da sua mãe.

A autoridade policial destacou também que recebeu denuncia anônima apontando a localização do acusado. Todos os envolvidos no crime seguem presos e ficam à disposição da Justiça.

Quatro acusados estão presos desde junho
Quatro acusados estão presos desde junho

O crime

O crime aconteceu durante os festejos da cidade de Sigefredo Pacheco no dia 3 de junho, quando uma mulher de 21 anos e mãe de dois filhos teria se encontrado com amigos que lhe ofereceram bebida. O grupo gravou a garota desacordada em um carro exibindo suas partes íntimas, chegando a tocá-las enquanto riem e debocham da situação e veicularam no WhatsApp.

Ela falou para a Polícia Civil que conhecia três dos cinco acusados e que eles haviam lhe oferecido dinheiro para não denunciar o estupro coletivo. A garota de 21 anos saiu de Sigefredo Pacheco, que possui 9 mil habitantes, e passou a morar em Teresina.

Fonte: Portal Meio Norte