Suspeitos de assaltos a bancos são transferidos para presídio

Suspeitos de realizar assaltos no Piauí e Maranhão.

Na terça-feira, dia 27 de dezembro, Alexandre Martins Braz e Luis Carlos Rodrigues de Oliveira, presos durante uma operação no último sábado acusados de realizar  assaltos a caixas eletrônicos, carros fortes e agências de correios no Piauí e Maranhão, foram transferidos para o sistema prisional. Dois bandidos foram mortos durante as ações policiais.

Os dois foram inicialmente encaminhados para o Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), onde estavam presos. Ambos fizeram exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML) e foram conduzidos para Casa de Custódia, onde seguem à disposição da Justiça. 

Os acusados foram presos em um sítio em José de Freitas onde estava escondido forte armamento, sendo que a maior parte com venda proibida no Brasil, como fuzil A4 russo, submetralhadoras, revólver norte-americano Smith calibre 357 e uma pistola fabricada na  Turquia.

Material apreendido durante a operação no sábado (Crédito: Divulgação)
Material apreendido durante a operação no sábado (Crédito: Divulgação)


A Operação

O comandante do Bope, Coronel James Seam, afirmou que as armas encontradas possuem venda proibida no Brasil. “Foram apreendidas três submetralhadoras, dois revólveres, cinco pistolas, quatro fuzis, revólver calibre 357 e uma pistola turca. O revólver calibre 357 é mais para uso pessoal, mas, o mais potente nesse segmento. São todas armas com vendas proibidas no Brasil e contrabandeadas”, disse. 

Chefe da quadrilha é morto

Chefe da Quadrilha é um homem identificado como 'Bara', que foi morto durante a operação acusado de reagir contra a polícia.  Segundo o Secretário Estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu, a quadrilha já estava se preparando para assaltar um carro forte no Maranhão, região vizinha ao Piauí. 

Veículos apreendidos com os acusados

Foram apreendidos um automóvel Duster de placa PIE 2709, uma caminhonete Hilux de placa PIM 8107 e um Corolla de placa PIK 9299.

Quadrilha não tem relação com assalto dos R$ 15 milhões da Servisan

Fábio Abreu acredita que três grandes quadrilhas estão atuando no Piauí em roubos de bancos, e carros fortes e explosões de caixas eletrônicos.  Ele disse que a quadrilha que foi desbaratada no sábado em José de Freitas não tem relação com assalto dos R$ 15 milhões da Servisan, mas que polícia está próximo de chegar aos responsáveis pelo assalto ao cofre forte da empresa.

Foram presos  Alexandre Martins Braz e Luis Carlos Rodrigues de Oliveira. Foram mortos o chefe da quadrilha José Carlos da Silva, o Bara, e Francisco da Silva, o Chico.




Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com