Suspeitos de atirar em jornalista seriam foragidos de penitenciária

O jornalista apresentou melhora da pressão intracraniana.

Os três suspeitos do tiroteio que atingiu o jornalista Alexandre Farias, baleado na noite do sábado (16) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, seriam foragidos do presídio de Alcaçuz. O trio, que tem idades de 20, 30 e 32 anos, foi preso nessa segunda-feira (18).

O secretário estadual de Defesa Social Antônio de Pádua deu uma entrevista coletiva no Recife na noite de ontem. “A princípio, pelas informações que nós temos os assaltantes são todos do Rio Grande do Norte, possivelmente sabemos que eles são fugados [sic] ou que estão cumprindo regime semiaberto. Todos são acusados de homicídios, de assaltos e receptação e tráfico de entorpecentes. Eles seriam foragidos da penitenciária de Alcaçuz e estariam praticando assaltos e cometendo outros crimes em Caruaru”, afirma o secretário referindo-se ao trio preso.

Pádua destacou que a prisão foi possível após a divulgação dos retratos-falados dos suspeitos. “Já havíamos deslocado a aeronave da SDS para o município e, enquanto ela sobrevoava o sítio, foi recebida a tiros”, afirmou.

O titular da pasta também disse que armamentos apreendidos com os detidos serão submetidos a uma perícia para avaliar se os tiros partiram de algum dos materiais recolhidos pela SDS.

O jornalista da TV Asa Branca, afiliada da TV Globo em Caruaru, Alexandre Farias, passou por uma cirurgia e está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital particular em Caruaru. Segundo a unidade de saúde, seu quadro clínico está estabilizado, mas é grave. De acordo com o boletim médico divulgado na tarde desta segunda (18) pelo Hospital Unimed, o jornalista apresentou melhora da pressão intracraniana.

Fonte: Com informações do Noticias ao Minuto
logomarca do portal meionorte..com