Suspeitos de homicídio na cidade de Picos continuam foragidos

Os suspeitos chegaram ao local e cometeram o crime

Os suspeitos de efetuar os disparos que resultaram no primeiro homicídio de 2017,  em Picos,  continuam foragidos. José Fontes Caminha, vulgo “Gadinho”, foi alvejado com vários disparos de arma de fogo no Bar da Divina, no bairro Bomba,  por volta das 22h30 desta sexta-feira (20). Ele foi socorrido ainda com vida, mas morreu poucos minutos depois.


Os suspeitos chegaram ao local em uma moto Honda CG, cor preta, e após cometerem o crime, fugiram em direção à rodovia estadual PI 238, que liga Picos ao município de Bocaina.

De acordo com o delegado plantonista Gregory Almenida, algumas pessoas já foram apontadas como testemunhas do crime, amas ainda não foram ouvidas. Segundo ele, um relatório onde constam todas as informações, inclusive os nomes das possíveis testemunhas, será entregue ao delegado responsável pela investigação do caso.

“Já foram apontadas testemunhas, mas como é um procedimento de Central de Flagrantes de final de semana, ainda não foram ouvidas, mas foi feito um relatório para ser apresentado ao delegado responsável por crimes de homicídio em Picos, inclusive nomes das testemunhas a serem ouvidas para que se dê andamento às investigações”, afirmou.

Ainda na noite de ontem, a perícia criminal esteve no local do crime e recolheu oito cápsulas de arma de fogo. Vários foram os disparos, mas não há informações de quantos atingiram a vítima.

Duas pessoas participaram da ação criminosa e a polícia busca descobrir se apenas uma arma foi utilizada. Quanto à motivação do crime, o delegado afirma que o modo de operação indica execução. “Os indivíduos chegaram, não teve conversa, não teve discussão, e já efetuaram disparos, diversos disparos de arma de fogo com uma pistola, e a vítima veio a óbito poucos minutos depois”, explicou.

José Fontes Caminha, vulgo “Gadinho”
José Fontes Caminha, vulgo “Gadinho”
Local do crime
Local do crime

Image title

Fonte: Grande Picos