Taxista é amarrado e consegue se soltar de assalto ao morder cinto

Ele foi feito refém por quatro homens que contrataram o táxi.

Na madrugada deste sábado (06/01), o taxista identificado como Silvino Lucena de Cavalcante, de 61 anos, foi amarrado e amordaçado com um cinto de segurança durante um assalto ocorrido em Palmas. De acordo com informações da polícia, ele foi abandonado em um matagal e conseguiu se soltar após morder o cinto.

Os criminosos levaram além do veículo, R$ 1.100. De acordo com a mulher da vítima, Maria Consuelo Cavalcante, os crimininosos ligaram para pedir um táxi no setor Jardim Aureny III. No local, três homens entraram no carro e informaram que precisavam ir até o Aureny IV para buscar uma mulher. Ao chegar no endereço, o quarto suspeito entrou no veículo.

Nesse momento, eles colocaram o motorista deitado embaixo do banco de trás do carro, com uma arma apontada para ele. Ao chegarem na saída para Lajeado, os suspeitos amordaçaram e amarraram o motorista usando um dos cintos do veículo e o abandonaram em uma região de mata.

Em seguida, os criminosos fugiram com o carro. Segundo Consuelo, o taxista mordeu a mordaça até conseguir rompê-la e em seguida conseguiu se soltar e pedir ajuda.

Conforme Consuelo, o veículo foi encontrado abandonado nesta manhã na quadra 806 Sul. A Polícia Militar informou que faz buscas pelos suspeitos.


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com