Teresina registra 8º homicídio em bairro da zona Leste

A Delegcia de Homicídios está investigando os crimes.

Um jovem identificado como Paulo Henrique Oliveira, vulgo “Pity”, foi assassinado a tiros por volta de 11h40 desta terça-feira (20) no bairro Planalto Uruguai, na zona Leste de Teresina. Este é o 8º assassinato registrado na zona Leste da Capital em menos de 72 horas.

De acordo com o Major Nivaldo, do 5º Batalhão da Polícia Militar, a vítima estava em uma motocicleta na companhia de uma jovem identificada como Beatriz Camelo, que ficou ferida e foi encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Há relatos, segundo o Major, de que o casal estaria fazendo assaltos na região. 

“Ela [Beatriz] disse que houve disparos de arma de fogo e logo depois disse que não houve, não. A gente só vai ter a certeza se houve disparo quando a perícia chegar e revirar o corpo que se encontra de bruços”, afirmou.

Segundo o Major, a polícia está investigando se Paulo Henrique tinha envolvimento com os três criminosos assassinados devido suposta disputa por tráfico de drogas no povoado Soinho, zona rural da Capital.

“Ele já faz parte do mundo do crime. Ele é lá do Soinho e estava andando nessa moto com a moça aqui nessa área. Segundo comentários, ele era o 'soldado do tráfico', mas não posso afirmar ainda, pois a polícia vai investigar para repassar para a imprensa”, declarou. 

O pai da vítima, conforme o Major, teria sido baleado ontem à noite no povoado Soinho. “Há informação que supostamente o pai dele [Paulo Henrique] levou um tiro de arma de fogo lá na região do Soinho ontem, mas o mesmo não apareceu em nenhum hospital para receber atendimento em relação ao tiro”, explicou.

No tiroteio ocorrido no povoado, houve três mortos e dois feridos. O pai da vítima seria a quinta pessoa baleada, segundo contou o major.

Violência em Teresina assusta população

Seis homicídios foram registrados somente na zona Leste na Capital na segunda-feira, dia 19. Por volta da 1h da madrugada, um tenente do exército identificado como José Ricardo da Silva Neto, de 23 anos, matou com tiros de pistola 380 sua namorada e feriu a tiros a irmã da vítima e uma amiga após uma discussão dentro de seu veículo que estava estacionado na avenida Nossa Senhora de Fátima, bairro de Fátima, na zona Leste. 

Logo pela manhã,  um caminhoneiro ainda não identificado morreu durante um assalto na Avenida Dom Severino, na zona Leste.

No início da tarde, um jovem de 28 anos foi assassinado com um tiro na cabeça, após reagir a um assalto. O crime aconteceu em um comércio na Avenida Pedro Almeida, no bairro São Cristovão, também na zona Leste. 

O corpo de um homem foi encontrado na manhã desta terça-feira (20), no bairro São João, na zona Leste. O homem teria sido assassinado na noite dessa segunda-feira (19), mas só foi encontrado nessa manhã.

Uma disputa por tráfico de drogas envolvendo dois grupos rivais terminou com três criminosos assassinados no povoado Soinho, zona rural de Teresina.

Polícia Civil investiga crimes

O coordenador da Delegacia de Homicídios de Teresina, delegado Francisco Costa, o "Bareta", em entrevista, afirmou que os homicídios estão sendo investigados. O delegado enfatizou o trabalho realizado pela Polícia Civil, destacando a elucidação dos crimes ocorridos na capital.

"Nesse caso do oficial do Exército, ele cometeu homicídio mais duas tentativas de homicídio. Ele foi preso em flagrante, entregue ao Exército brasileiro para ser custodiado. Ele, portanto, é um homem preso à disposição do poder Judiciário do Piauí. No caso do roubo seguido de morte no São Cristóvão, nós já temos a identificação do criminoso que atirou. Hoje pela manhã saíram três equipes do sentido de resolver tanto o latrocínio [roubo seguido de morte] e o caminhoneiro”, afirmou.

O delegado explica que alguns crimes são resultado da própria violência que assola o país. “Foram tantos homicídios, mas é bom que se frise: quem é que está matando e quem é que está morrendo? Nós tivemos casos onde os indivíduos que estão matando são os mesmos que traficam, são os mesmos indivíduos que roubam e que possuem processos na Justiça. Eu quero dizer que não tem um crime aqui na cidade de Teresina de, média baixa ou alta complexidade, que não esteja sendo investigado. Os crimes são investigados e solucionados”, acrescentou.



Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com