Travesti morre no hospital dois meses após agressão no Ceará

Hérica sofreu traumatismo craniano e estava em coma

Morreu a travesti Hérica Izidório, de 24 anos, que foi agredida e jogada de um viaduto em Fortaleza, em fevereiro deste ano. Internada há exatamente dois meses no Hospital Instituto José Frota (IJF), Hérica sofreu traumatismo craniano e estava em coma. Ela teve piora ao longo desta semana e faleceu após sofrer uma parada cardíaca nesta madrugada. O enterro será realizado nesta quinta-feira (13).

Patrícia Castro de Oliveira, irmã de Hérica, disse que a família está muito abalada: "Estamos todos muito arrasados, principalmente minha mãe". Segundo ela, até agora não há informações sobre quem são os autores da agressão que levou a jovem à morte.

Sequência de crimes

A agressão aconteceu três dias antes da travesti Dandara dos Santos, de 42 anos, ser morta a pedradas, pauladas e chutes em uma rua do bairro Bom Jardim, em Fortaleza, em fevereiro deste ano.


Image title

Fonte: Com informações da UOL