Trio suspeito de matar ex-cunhada do cantor Roberto Carlos é preso

Ela foi assassinada a facadas durante um assalto.

A Polícia Civil prendeu uma mulher e dois homens suspeitos de participação na morte da aposentada Dalva do Rocio Braga, de 62 anos, ex-cunhada do cantor Roberto Carlos. Ela foi assassinada a facadas durante um assalto. Seu corpo foi sepultado na manhã desta sexta-feira (3), no Cemitério Metropolitano de São Vicente, no litoral de São Paulo. Dalva foi casada com Carlos Alberto Braga, de 88 anos, irmão mais velho do cantor.

A prisão foi realizada na noite desta sexta-feira por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém, cidade onde o crime ocorreu. As investigações levaram as autoridades até Rafaela Fernandes Augusto, Lucas Vieira e Rodney Teylor dos Passos. Com o trio, foram encontrados objetos pessoais da vítima. Os suspeitos responderão por latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

O crime


Dalva foi encontrada, por um amigo, caída no quintal da própria casa. Ela estava ensanguentada, com perfurações no pescoço, no tórax e na cabeça. Ela chegou a ser socorrida com vida, mas morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itanhaém.

Após ser notificado da morte, Carlos Alberto Braga compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) de Santos para fazer a liberação do corpo. Dalva foi velada durante uma hora em sua cidade de origem e, em seguida, o corpo foi liberado para o sepultamento em São Vicente, a pedido de familiares. De acordo com funcionários do local, uma única pessoa, que seria uma irmã de Dalva, participou da despedida.


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com