Viúva e amante contratam pistoleiros para matar marido no Ceará

Policial que era candidato a vereador foi morto em agosto deste ano

Nesta quinta-feira, dia 17, pelo menos quatro pessoas foram presas no município de Senador Pompeu, distante 282 km de Fortaleza, no Ceará, acusados de participação no assassinato do policial Claudio Nogueira, morto a tiros na noite do dia 20 de agosto deste ano. 

De acordo com o delegado regional Jefferson Lopes Custódio, dentre os presos está a mulher da vítima, que não foi identificada, e um homem apontado como amante dela. Segundo o delegado, o amante ofereceu R$ 25 mil para matar o policial.

"Suspeitamos da viúva devido a algumas circunstâncias do crime. Também conseguimos chegar a uma testemunha que disse que o amante havia oferecido duas vezes a quantia de R$ 25 mil para matar o policial. Nas duas oportunidades o homem se negou”, afirmou.

Segundo o delegado,  o crime foi encomendado pelos dois acusados. “Identificamos que o amante e a viúva contrataram uma dupla de pistoleiros para executar a vítima e ficar com os bens", disse ao acrescentar que há indícios contra o amante. 

"Na casa do homem encontramos alguns veículos e um cavalo avaliado em R$ 20 mil, que eram do policial. Passamos a direcionar nossa investigação nesse sentido e realizamos as priões dos envolvidos”, contou.

A dupla suspeita de executar policial também foi presa. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia Municipal de Solonópole, onde prestaram depoimentos. A mulher e os homens admitiram envolvimento no delito.





Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com