Policial é baleado e morto durante blitz da Lei Seca no Rio

O único criminoso preso foi identificado como Matheus Anderson

Um dos policiais da Operação Lei Seca baleados na noite desta terça-feira (4), durante blitz na Baixa Fluminense, morreu no hospital.

De acordo com a Operação Lei Seca, três pessoas que estavam em um Honda Civic tentaram furar o bloqueio e abriram fogo contra os agentes, em blitz na Avenida Marinho Hemeterio de Oliveira, em Queimados, por volta das 22h30.

Durante o tiroteio, um dos ocupantes que atirou foi baleado e morreu no local, outro foi preso e o terceiro conseguiu fugir.

Os dois sargentos baleados foram socorridos e levados para a UPA de Queimados, mas Anselmo Alves Júnior não resistiu. O sargento Leandro Mendes foi transferido para outro hospital, mas não corre risco de morrer.

Policial é baleado e morto durante blitz da Lei Seca no Rio
Policial é baleado e morto durante blitz da Lei Seca no Rio


Esta foi a primeira vez que um agente da Lei Seca morre durante uma operação. Também nunca houve registro de PMs baleados nas blitze.

O único criminoso preso foi identificado como Matheus Anderson Guimarães da Rocha, segundo a PM.

Com mais este caso, o número de policiais militares mortos sobre para 48 no estado: 10 em serviço, 29 em folga e nove reformados.

NOTA DA OPERAÇÃO LEI SECA

Durante blitz da Operação Lei Seca na noite desta terça-feira (4/4), na Avenida Marinho Hemeterio de Oliveira, em Queimados, três ocupantes de um veículo, Honda Civic, desobedeceram a ordem de parada e efetuaram disparos de arma de fogo contra os policiais da Operação. Os policiais reagiram, um criminoso foi baleado e morreu no local, outro foi preso e o terceiro conseguiu fugir. Dois agentes da Lei Seca foram gravemente feridos e socorridos para a UPA de Queimados. Um dos agentes não resistiu aos ferimentos. O outro agente está sendo transferido para o Hospital Central da Policia Militar (HCPM), no Estácio.

Fonte: Com informações do G1