Deputado piauiense Silas Freire oficialmente filiado ao Podemos

Silas se filiou ao Podemos neste Sábado

O deputado federal Silas Freire, o senador Álvaro Dias e o ex-jogador Marcelinho Carioca se filiaram neste sábado (1º) ao Podemos na cerimônia de lançamento do partido, em Brasília. O senador Romário (RJ) enviou um vídeo ao evento no qual também anunciou a filiação à legenda.


O Podemos , que substitui o antigo Partido Trabalhista Nacional (PTN) e é presidido pela deputada Renata Abreu (SP),  teve a troca de estatuto e de nome homologada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em maio, sendo agora oficializada no evento. 

Silas Freire destaca sua expectativa no novo grupo político: " Essa nossa adesão ao Podemos é pela necessidade de mudança no país, eu já pensava em abandonar a política com toda essa crise moral que vive hoje a política brasileira, mas esse convite da deputada Renata Abreu me abriu um novo horizonte, de que o Brasil não precisa de partidos políticos mas de um movimento de mudança como é o Podemos.", disse o parlamentar. 

O movimento a que Silas se refere, o Podemos, nasce com a proposta de aproximar a política dos anseios da população brasileira e não se define como de esquerda ou de direita, pois considera superado esse modelo ideológico. O objetivo é ouvir diretamente a população, os anseios e necessidades da sociedade e a partir disso definir as ações de seus membros. Assim, o Podemos não significa apenas a mudança de nome de um partido; trata-se de modificar o comportamento. 

"O Brasil não precisa de palavras e sim de gestos e o Podemos fez isso quando mudou seu estatuto e seu jeito de ser para ser um movimento e não mais apenas um partido. O Brasil também não precisa de nomes, precisa é de virtudes. E no nosso quadro não falta isso, por exemplo, a moral que o senador Álvaro Dias tem de sobra e se procurarmos poucos tem ela no Brasil. Por isso que eu acredito, juntos Podemos mudar o Brasil.", destacou Freire. 

E o deputado Silas não ressalta o nome de Álvaro Dias à toa. Durante o ato político, os parlamentares presentes defenderam que Álvaro Dias seja candidato a presidente em 2018 para "tirar o Brasil da lama".

Na ocasião, Álvaro Dias destacou o atual cenário político brasileiro. " O povo brasileiro exige mudanças e esses ventos ainda não chegaram à política, mas haverão de chegar mudando a cultura política, o comportamento dos políticos e mudando esse sistema promíscuo de governança que abriu portas para a corrupção", acrescentou o senador. 

Silas Freire chega ao Podemos após ser expulso do PR 

Silas Freire foi expulso de sua antiga sigla, o Partido da República- PR por não seguir orientação do partido na votação da PEC 55, que trata do congelamento dos gastos públicos. Ele votou não para a proposta por se preocupar, especialmente, com a falta de investimentos na área da saúde e as dificuldades que esta PEC representaria. Mas o partido havia fechado questão em favor da PEC e, com isso, abriu um processo disciplinar contra ele e uma série de punições, incluindo suspensão. 

Ao se manifestar em Plenário contra a reforma da previdência, Silas Freire, que já enfrentava dificuldades pela votação na 55, acabou sendo expulso do Partido da República. 

" O PR tomou essa decisão antes de toda essa bomba que acontece no país, foi mesmo por conta da posição que tomamos contrária à reforma da previdência. Mas estamos com a consciência tranquila que nosso dever é com os piauienses, os nossos eleitores que confiaram na nossa atuação.", disse Silas. 





Fonte: Assessoria