Derrotado, ex-prefeito tranca prefeitura antes da posse do sucessor

O ex-gestor alega que o imóvel é de sua propriedade.

A cidade de Milagres viveu uma situação inusitada protagonizada pelo agora ex-prefeito do município Raimundo Silva Galego. Após perder nas eleições de 2016, o gestor da cidade que fica a 230km de Salvador, trancou a porta da prefeitura com cadeados e tapumes dias antes da posse do seu sucessor.

De acordo com ele, o prédio onde funciona a prefeitura é de sua propriedade. O prefeito eleito, César Machado, diz que mesmo empossado desde o dia 1º de janeiro, não está conseguindo trabalhar por causa do problema. Segundo a população, desde o dia 15 de dezembro o prédio da prefeitura está trancado. Desde então, todas as secretarias de governo precisaram ser transferidas para outros imóveis.

As secretarias de Administração e Finanças agora funcionam em um prédio, que, segundo o governo atual, não passa por reforma há 15 anos. Já a secretaria de Saúde foi instalada em salas que estavam desativadas no hospital da cidade. Na sala de ultrassom, que está sem funcionar porque o aparelho está quebrado, funciona agora a coordenação de atenção básica.

"Não nos foi entregue os documentos importantes e as informações pertinentes para dar continuidade à administração pública, de maneira que prejudicou totalmente a população de Milagres", afirmou o prefeito.

A gestão atual informou que vai notificar o ex-prefeito para que ele apresente os documentos que comprovem que ele é proprietário dos imóveis. Se isso ficar comprovado, serão solicitado os contratos de aluguel ou de cessão dos imóveis à prefeitura durante a gestão dele. O novo prefeito disse ainda que vai denunciar o caso ao Ministério Público.


Fonte: Com informações do G1