Filho de Cunha é investigado por repasse milionário

Felipe Dytz Cunha é suspeito de repasse de R$ 1 milhão.

A Operação Lava Jato mira agora outro filho do ex-deputado Eduardo Cunha: Felipe Dytz Cunha. As informações são do jornal O Globo deste sábado (29). O Ministério Público Federal quer saber se Felipe e a irmã Danielle Dytz da Cunha se beneficiaram do esquema de corrupção montado pelo pai.

Os investigadores estão de olho nos filhos de Cunha depois que de descobriram que a GDAV, empresa em nome de Felipe e Danielle, recebeu R$ 1 milhão da Gol Linhas Aéreas entre 2012 e 2015. Os recursos foram intermediados pela agência Almap Publicidade e Comunicação, de acordo com os documentos que deram base ao pedido de prisão de Cunha.

No mesmo período, empresas vinculadas ao grupo Gol Linhas Aéreas repassaram mais de R$ 2 milhões a Jesus.com e C3 Atividades de Internet, empresas em nome de Cunha, Danielle e Cláudia Cruz, atual mulher do ex-parlamentar.

O texto diz que a descoberta deve levar para o centro das investigações os donos da Gol Linhas Aéreas. Eles deverão ser chamados para explicar os repasses a Cunha e aos filhos do ex-deputado.

Eduardo Cunha
Eduardo Cunha


Fonte: Brasil247
logomarca do portal meionorte..com