Franzé anuncia criação de programa para quitar dívidas de servidor

Programa vai entender e descobrir o nível de endividamento

O secretário estadual de Administração do Piauí, Franzé Silva, afirmou durante entrevista nesta terça-feira (18), ao programa Banca de Sapateiro, da Rádio Jornal Meio Norte (90,3 FM), que o Estado tem trabalhado para apresentar uma solução e resolver os problemas econômicos do Piauí e assim conseguir ter um equilíbrio maior e mais investimentos, fazendo assim que o estado funcione em sua totalidade. O secretário anunciou que está sendo desenvolvido um programa para quitar as dividas dos servidores públicos estaduais.

“O Piauí hoje é motivo de estudo, pois nós estamos atravessando essa crise mantendo nosso equilíbrio com esforços. A educação financeira dos servidores é um ponto que nos chamou atenção. Nós assumimos em janeiro de 2015 com uma serie de demandas, melhoramos e estamos cumprindo nossas metas e com relação a situação dos servidores, nós temos feito parcerias com SPC/Serasa/CDL, pois não é só dá o salário, mas melhorar a situação de endividamento dos servidores. Isso fez com que criássemos um grupo de trabalho onde integram professores doutores da Uespi e nossa equipe buscando uma alternativa para melhorar a situação financeira desse servidor. O grupo já está caminhando para fazer acontecer esse programa”, revelou Franzé Silva.

O secretário de Administração esclareceu que o grupo vai acompanhar os servidores, entender e descobrir o seu nível de endividamento para buscar soluções e paralelo a isso será feia uma parceria com o CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), para oferecer acordos com os credores e realizar feirões para quitação das dívidas.

“Vamos conseguir prazos maiores para empréstimos com juros menores, queremos repatcelar a dívida desse servidor para que ele não possa entrar em uma nova ciranda de dívida. Nesse programa, o servidor não vai pegar no dinheiro, vamos realizar o pagamento em débito em conta, para que possamos ter a certeza de que aquele servidor não vai voltar a se endividar”, disse.

O secretário destacou ainda que estados como Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, não tem conseguido cumprir suas obrigações junto aos servidores como o Piauí, que tem reduzido as contas e os gastos da máquina com terceirizados, transportes e gastos estruturais para poder pagar os salários dos servidores.

“Estamos vivendo uma crise política sem precedentes, que acaba refletindo na economia do país. Ninguém sabe como será o futuro do país. Nós vivemos uma insegurança muito grande, diante desse quadro o poder econômico diminui, isso faz com que a economia pare, mas estamos vivenciando um decreto do governador em diminuir os gastos da máquina para atravessar o ano de 2017 com os serviços essenciais em funcionamento e investindo em melhorias. O objetivo é manter o estado funcionando”, disse.

Na oportunidade, o secretário parabenizou o Grupo Meio Norte de Comunicação pela criação da Rádio Jornal Meio Norte, que tem como proposta uma programação 100% jornalística, levando informação de qualidade e com muita responsabilidade. “As pessoas tem durante todo o dia a oportunidade de estar se informando e formando opinião e a Rede Meio Norte faz esse papel com excelência”, enfatizou.


Fonte: Waldelúcio Barbosa