“Governo está conectado ao séc. 21”, diz Temer após reforma passar

A reforma trabalhista, ao lado da previdenciária, é prioridade.

O presidente Michel Temer comemorou a aprovação da reforma trabalhista pelo Senado na noite desta terça-feira (11). Em pronunciamento após o fim da votação, Temer voltou a afirmar que a reforma moderniza as leis trabalhistas e é a "via rápida para novos empregos".

"Os tempos mudaram e as leis precisam se adaptar", afirmou. "Nosso governo, na verdade, está conectado com o século 21." Temer disse também que "essa é uma vitória de todos nós" e que "o Brasil caminha cada vez mais para a modernidade". O presidente negou que os trabalhadores perdem direitos com a reforma.

"Eu penso que nós aprovamos uma das reformas mais ambiciosas dos últimos 30 anos", afirmou. "Desde a Constituição de 88, eu fui constituinte, o país aguardava uma nova legislação trabalhista".

Como todas as propostas de mudança na reforma foram rejeitadas pelo Senado, o projeto segue diretamente para sanção do presidente.

A reforma trabalhista, ao lado da previdenciária, é uma das prioridades do governo, que tem investido seus esforços em sua aprovação, uma forma de sinalizar ao mercado que ainda tem fôlego e que pode contar com sua base no Congresso, mesmo em meio à crise política e após a denúncia de corrupção contra Temer. O governo e defensores da reforma afirmam que o projeto moderniza as leis trabalhistas e vai gerar empregos. A oposição afirma que a reforma retira direito dos trabalhadores e vai prejudicar as condições dos empregados.


Fonte: Com informações do Uol
logomarca do portal meionorte..com