Jair Bolsonaro vai pagar R$ 150 mil por ofensas homofóbicas

A ação foi ajuizada pelas organizações Grupo Diversidade Niterói.

De acordo com publicação da revista Veja desta quinta-feira (09/11), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi condenado em segunda instância a pagar R$ 150 mil por dano moral coletivo por ofensas feitas contra a população LGBT.

No ano de 2015, o parlamentar já tinha sido condenado na 6ª Câmara Cível, no Rio de Janeiro. A ação se refere as declarações feitas por ele no programa CQC, da Band, em março de 2011.

Na ocasião, o deputado afirmou que nunca passou pela sua cabeça ser pai de uma pessoa homossexual porque seus filhos tiveram uma “boa educação”. Bolsonaro também disse que não participaria de um desfile gay porque não promoveria “maus costumes” e porque “acredita em Deus e na preservação da família”.

A ação foi ajuizada pelas organizações Grupo Diversidade Niterói, Grupo Cabo Free de Conscientização Homossexual e Combate à Homofobia e Grupo Arco-Íris de Conscientização.

Jair Bolsonaro (Crédito: Nilson Bastian / Câmara dos Deputados)
Jair Bolsonaro (Crédito: Nilson Bastian / Câmara dos Deputados)


Fonte: Com informações do Noticias ao Minuto
logomarca do portal meionorte..com