'Não tem uma viva alma mais honesta do que eu', diz Lula à imprensa

Ex-presidente ainda falou sobre as eleições de 2016 e 2018.

Luiz Inácio Lula da Silva, durante fala com os jornalistas nesta quarta-feira, dia 20 de janeiro, afirmou que terá um papel ativo nas eleições de 2016. O ex-presidente, que se manifestou sobre postagem de Wanderlei Silva acusando seu filho, também não descartou uma possível candidatura à Presidência em 2018. 

"Ser candidato ou não vai depender do que estiver acontecendo em 2018". disse. "Se eu estiver com saúde e perceber que sou o único que pode evitar que as conquistas do povo sejam tiradas, entrarei no jogo", acrescentou e continuou: "É importante que a gente não discuta candidato agora, que comece a discutir o fortalecimento do projeto."

Lula também falou sobre a Operação Lava Jato. "Se tem uma coisa de que me orgulho é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu", disse ao ser questionado sobre delação: "Já ouvi que delação premiada tem que ter o nome do Lula, senão não adianta."

"Não existe nenhuma ação penal contra mim. O próprio [juiz federal Sergio] Moro já disse que não sou investigado", dealcrou. Ele rebateu Wanderlei Silva e mencionou a Operação Zelotes: "O que fazem com meu filho é uma violência". 

Ex-presidente ainda falou sobre a  veiculação de algumas notícias e disse não aturar mentira em troca de informação: "Que [os jornais] publiquem nos editoriais o que quiserem. A única coisa que não admito é mentira na informação."

 Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva



Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com