Projeto de lei obrigará pais a comparecerem às reuniões escolares

Para o deputado, o índice de ausência dos pais é preocupante

O deputado estadual Francis Lopes do PRP, participou do Programa Fogo Cruzado, apresentado por Gilvan Barbosa na FM Jornal Meio Norte na tarde desta terça-feira(23) e falou sobre o projeto de lei que penaliza pais ou responsáveis que não compareceram às escolas de seus filhos ou assistidos. De acordo com Francis Lopes , apenas 10% dos pais comparecem às reuniões escolares. Se for aprovada, ficam instituídas penalidades aos pais ou responsáveis legais que não compareçam às reuniões entre pais e mestres.


As referidas reuniões serão comunicadas por escrito sendo expedidas por documento que comprove a ciência inequívoca dos país ou responsáveis legais, devendo observar a antecedência mínima de comunicação em cinco dias da realização. Sendo que cada escola estadual manterá o registro de comparecimento mensalmente atestado pelo diretor. Uma multa será direcionada aos pais com arrecadação posteriormente regulamentada pelo Poder Executivo Estadual.

Deputado Francis Lopes e Gilvan Barbosa (Crédito: Mayara Dias)
Deputado Francis Lopes e Gilvan Barbosa (Crédito: Mayara Dias)

Caso seja aprovada, a Lei entrará em vigor no dia 01 de janeiro do ano subsequente a publicação. O deputado externou a sua preocupação:  "Nossa preocupação é atrair cada vez mais os pais para participarem do convívio escolar dos seus filhos e que esse ambiente se torne uma extensão do lar. Uma pesquisa mostrou que 70% dos filhos que possuem pais ausentes, ficam mais vulneráveis ao mundo das drogas e do crime. Os pais estão jogando só para a escola, a responsabilidade de educar os filhos", disse Lopes.

Segundo ele, antes de elaborar a lei, visitou cerca de 50 escolas na capital e no interior do Piauí, incluindo, escolas públicas municipais, estaduais e escolas particulares.  " Visitei algumas escolas e fiquei sabendo através de diretores e professores que em média, de cada 200 pais apenas cerca de 20 vão às reuniões e isso é preocupante", finalizou. 

Deputado Francis Lopes (Crédito: Mayara Dias)
Deputado Francis Lopes (Crédito: Mayara Dias)


Fonte: Portal Meio Norte