Senador nega irregularidades em uso de verba para pagar boate

José Medeiros foi candidato derrotado à presidência do Senado

O senador do Mato Grosso nega irregularidades em uso de verba parlamentar para pagamento de hotel de luxo e boate. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, José Medeiros (PSD) teria pago R$ 2,4 mil em um resort em Natal e R$ 400 em estabelecimento chamado "Gela Goela Pub" em Querência, no interior mato-grossense. O parlamentar utilizou a tribuna do Senado nesta segunda-feira (06) para justificar o uso dos recursos.


Ele afirmou que a boate era o único local disponível para jantar após visitar um assentamento. “Eu cheguei a Querência por volta das 21h, uma fome terrível. E disseram que só encontraria comida no gela Goela. O nome um pouco exótico, mas precisava jantar. Um lugar coberto de palha, um restaurante. Mas aí me deparo dizendo que era uma boate. Liguei para o dono. Ele disse que era um local de festas e na frente era um restaurante”, disse.

Sobre o uso da verba parlamentar para pagamento de um resort de luxo no Rio Grande do Norte, Medeiros deu a seguinte explicação: “fiquei em uma posusada simples, que é inclusive da suplente do senador Garibaldi”.

O senador disse ter ficado indignado com o conteúdo da matéria. “Eu tenho que dizer que discordo da matéria. Estou indignado. Isso é um absurdo sem tamanho”, disse. José Medeiros foi candidato derrotado à presidência do Senado, tendo recebido 10 votos na eleição.

Image title

Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com