TRF2 nega recurso da AGU para garantir a posse de Cristiane Brasil

(AGU) havia entrado com um recurso contra a suspensão.

O desembargador Guilherme Couto de Castro, vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, negou recurso da AGU que buscava garantir a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do trabalho.

Cristiane Brasil (PTB-RJ)  (Crédito: Gilmar Felix/Câmara dos Deputados)
Cristiane Brasil (PTB-RJ) (Crédito: Gilmar Felix/Câmara dos Deputados)

Castro diz na decisão que os argumentos, apresentados pela Advocacia-Geral da União (AGU), de que a liminar causa “grave lesão à ordem econômica ou à saúde” não se aplicam.

“A decisão atacada não tem o condão de acarretar grave lesão à ordem, à saúde, à segurança e à economia pública. E a suspensão não é apta a adiantar, substituir ou suprimir exame a ser realizado na via judicial própria”, relatou o desembargador.

Couto de Castro afirmou, na decisão, que a liminar não causa os prejuízos alegados pelo recurso da união. Sendo assim, o pedido de intervir na suspensão da posse da deputada federal foi negado.

Ontem, o juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal de Niterói, suspendeu a posse de Cristiane Brasil (PTB), processada na Justiça Trabalhista por dois ex-motoristas. 


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com